domingo, 15 de abril de 2012

Desencanto






DESENCANTO

( Anne Lieri)



Desencanto é canto triste
De passarinho sem asa,
É dor que vem e persiste,
É estar longe de casa!


É ficar quieto no canto,
Pensando no que passou!
É derramar tanto pranto
Lágrima em rio se formou!


É olhar acabrunhado,
Vêsgo e sonolento olhar...
Se sentir abandonado
Pelas ruas ao luar!


Desencanto é o menino
Largado pelas esquinas,
É jardim tão pequenino,
São as flores sem meninas!


É a alma do poeta,
É o tempo que passou!
É andar em linha reta
Numa estrada que curvou!



Desencanto é só um pingo
Numa folha de papel!
Tarde fria de domingo
É solidão tão cruel!







Essa é minha participação na blogagem coletiva : Amor aos pedaços com o tema- desencanto.

Clique nos links e vejam os blogs paticipantes:

Roselia-




Rute-




 Rosa-


31 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá,

"Tu és o orvalho que me beija"...
(Meliss)

Em pleno período pascal nos reencontramos para tecer o nosso Desencanto... entrelaçar partilhas de coração a coração...

Menina, vou destacar o menino que fica no canto (desencantado)... largado pelas esquinas...
Morando em Cidade maior a gente se esbarra com esse cenário de auto destruição (para mim é assim)...
Gostei tanto de ver em forma poética algumas formas de Desencanto... sutis e, ao mesmo tempo, bem precisas...
Que capacidade de compreensão do Desencanto vc tem!! Perfeito!!!
Outro verso que tive empatia total: "Se sentir abandonado pelas ruas ao luar"...
Todos os santos dias o pingo cai na página do teclado e quando não... muitos pingos... só meus!!!

Obrigada por sua lindíssima participação e nos vemos no próximo mês se Deus quiser!!!
Bjs de Paz e Esperança junto com o meu carinho fraterno

"Meu coração orvalhado
pleno de gratidão,
agradece a Deus"...
(Élys)

Maria Luiza disse...

Anne, a última estrofe é bárbara, é a mais pungente para desencanto. Beijão e parabéns!

SONINHA disse...

Os quatro últimos versos... uau!!! Maravilhosos!!!
Tudo maravilhosamente escrito, minha querida poetisa!
Beijos meus! Bom domingo!

Mary disse...

Lindo, até o desencanto encantou,
Bjs.

ELAINE disse...

Tanto desencanto
é muita tristeza!
Tamanho desalento
em palavras de beleza!
Muito lindo e triste! Gosto muito do que você escreve! Um abençoado Domingo! Carinhoso abraço!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Amara Mourige disse...

Nossa!!!estou encantada!Parabénsss
Bjos
Amara

elvira carvalho disse...

Dito assim até dá vontade de gostar do desencanto.
Um abraço e bom Domingo

✿ chica disse...

Lindo esse desencanto!!beijos,chica

Arnoldo Pimentel disse...

Ficou muito lindo esse desencanto.Beijos

Everson Russo disse...

O desencanto vem acompanhado da desilusão, da tristeza,,,do dissabor,,,beijos querida e uma bela semana pra ti.

Emanuel disse...

Belo é extrair daquilo que doi cura ou alento... como você fez...
Belíssimo.
http://migre.me/8GBkK

Clara disse...

Como sempre... impecável.

Parabéns, Anne, não me canso de te dizer isso.

Um ótimo domingo e muitos beijos

Eva Sabbado disse...

Bom dia Anne, tive oportunidade de conhecer teu blog, nessa blogagem coletiva, que também estou participando, adorei a poesia e sua participação, muito profunda e tocante, parabéns pela escolha, define super bem o desencanto, bjos, lindo domingo!

Lulu disse...

Olá. Tb participo desta blogagem coletiva. No desencanto a alma chora e encontra forças para se levantar e dar a volta por cima.
Big Beijos

Valéria disse...

Oi Anne!
Que liiindo menina! a dor do sencanto ficou menos dolorida nos teus versos. Adorei sua participação!
Beijinhos e um lindo domingo!

Sandra Portugal disse...

Anne que coisa mais linda!!!!!
DE verdade acho que você expressou em sentimentos e palavras o desencanto, especialmente em..
"É o tempo que passou!
É andar em linha reta
Numa estrada que curvou!"
Parabéns
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Tetê - Sem Neuras disse...

Anne, belíssima a sua participação! Também estou participando da BCAP. Tetê - http://avaliandovida.blogspot.com

RUTE disse...

Oi Anne,
rimando assim, o desencanto até fica mais leve.
A gente entra no ritmo e já nem sente os altos e baixos.
A poesia tem encanto vibracional, com frequência certa.
Beijinhos além-mar.
Rute

Calu disse...

Anne,
assim descritos,os desencantos não ferem,apontam com leveza,destacam, advertem, sem pesar.
preciosa poesia,menina.
Bjos,
Calu

lis disse...

oi Anne
Um canto triste, um olhar acabrunhado
um pingo de nada...uma solidão!
lindo pra caramba! parabéns
quem sabe sabe! Anne,parabéns
fica o abraço e admiração

pensandoemfamilia disse...

Pontuação poética, ponto a ponto dos desencantos.
Parabéns pela sua participação.
bjs

Irene Moreira disse...

Anne
Seus desencantos trazem tristezas, mas trazem o amor e o encanto da natureza, do renascer de um novo dia.


Sempre bom compartilhar esses momentos.

Beijos e um bom domingo

Geíza Bolognani disse...

Lindo post... fique comovida com a última estrofe, pungente!
Bom domingo.

Ane disse...

Oi Anne!Acho que vc descreveu muito bem o que é desencanto,gostei muito dos versos.Um beijo e boa semana!

Suu Munizz disse...

Muito bonito o que escreveste Anne.
Todos nós temos um pouco de desencanto na vida,e aprendemos a conviver e a nos fortalecer com isso.
Abraço querida,=)

Gisa disse...

Desencanto doi. Um grande bj querida amiga

Socorro Melo disse...

Oi, Anne!

De forma tão terna e doce, você retratou o desencanto...
Desencanto é mesmo solidão, é quando nos sentimos sem asas, e já não vemos a estrada que se descortina à nossa frente...
Mas, é só um pingo, numa folha de papel, que a nossa força interior é capaz de transformar, num lindo desenho... É só acreditarmos.

Beijos, amiga
Socorro Melo

marcela disse...

Oi Anne,
que doçura...
amei!

Lina disse...

Anne, em seus versos o desencanto transformou-se em algo lindo, mesmo que triste, mas pungente, convidando à reflexão, ao recolhimento, à observação íntima que só a solidão proporciona.
Adorei este lindo poema! Parabéns!
Beijinhos

Roseli Pedroso disse...

Anne que prazer chegar aqui e dar de cara com esse poema lindo! Parabéns pela sensibilidade e veia poética quen ão são para todos. Sempre digo isso a um amigo meu poeta. Seu Desencanto transformou-se em meu acalanto.
Bjs

Bel Rech disse...

Desencanto é o tempo que passou, não há mais como voltar...
Desculpe o atraso do comentário, demorou mas cheguei...
Paz e bem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...